h1

MUCOSITE BUCAL

8 de junho de 2018

fotolia_31193910.jpgO tratamento para o câncer inclui cirurgia, radioterapia, quimioterapia, associações entre estas modalidades e o transplante de células progenitoras hematopoiéticas (TCPH). Tanto a quimioterapia como a radioterapia para região de cabeça e pescoço, atuam de forma não-seletiva, isto porque não interferem apenas em células tumorais: estes tratamentos apresentam ação em células com rápida proliferação. Devido a esta ação não-seletiva podemos observar o desenvolvimento de diferentes efeitos adversos, como a mucosites bucal, definida como uma condição inflamatória que ocorre de forma bastante variável (incidência de 12 a 100%); sendo mais comum em pacientes submetidos a radioterapia de cabeça e pescoço, quimioterapia de altas doses e em pacientes submetidos a TCPH.

Clinicamente, a mucosite bucal se manifesta como eritema (mucosa avermelhada) ou ulcerações (feridas) em vários graus de intensidade. Em graus leves o paciente pode referir desconforto e/ou dor; já, em graus severos, a mucosite pode levar o paciente a não conseguir se alimentar por dor em boca. Estas lesões podem ocasionar modificação do tratamento antineoplásico ou até mesmo a necessidade da interrupção do mesmo, comprometendo, assim, a qualidade de vida e/ou sobrevida do paciente.

Alguns fatores são responsáveis por aumentar a incidência e severidade de mucosite bucal, dentre eles está a saúde bucal do paciente: quanto melhor a higienização bucal, menor o risco de desenvolver mucosite bucal severa.

O controle das mucosites é extremamente importante. Os trata-mentos, de modo geral, são paliativos, visando a refrear os sintomas e controlar possíveis quadros infecciosos e/ou hemorrágicos. Sendo assim, devemos focar na prevenção desta condição patológica. Ao falarmos em prevenção, o foco deve ser o controle da inflamação, visto que seu desenvolvimento está associado a um desequilíbrio da resposta inflamatória.

Dentre as principais medidas para prevenir mucosites bucal estão:

1.Manter a boca sempre bem higienizada. Para isso, é fortemente aconselhado utilizar escova de dentes macia (ex. Curaprox) e pasta de dente sem uma substância abrasiva (laurel sulfato de sódio), dentre elas temos a Curaprox 1450, Xerolacer e/ou Bioxtra. Realizar higiene bucal 03 vezes por dia.

1.1.     Pacientes que utilizam fio dental regularmente podem continuar utilizando, sempre com muito cuidado para não lesionar a gengiva. Aqueles que nunca utilizaram precisam da orientação do cirurgião-dentista.

1.2.     A língua é o principal reservatório de micro-organismos da cavidade bucal, por isso deve ser bem higienizada, contudo cuidando para não traumatizar a mucosa que estará mais sensível durante o tratamento.

1.3.     É aconselhada a utilização de enxaguatórios bucais que contenham digluconato de clorexidina 0,12% (ex. Periogard). É importante que estes enxaguatórios não contenha álcool na formulação.

2.Manter lábios bem hidratados. Para isso utilizar dexpantenol (pomada Bepantol) 03 vezes por dia.

3.Realizar sessões de laserterapia para prevenir lesões de mucosite bucal até 10 dias após início da quimioterapia e durante todo o tratamento radioterápico para região de cabeça e pescoço.

4.Realizar bochechos com chá de camomila industrializado – não a flor, uma vez que a camomila contem ca-racterísticas anti-inflamatórias. Deve-se bochechar durante 01 minuto, 03 vezes por dia. É indicado também tomar o chá.

A compreensão da mucosite bucal e o conhecimento das modalidades preventivas é extremamente importante para garantir melhor qualidade de vida durante o tratamento antineoplásico. Dessa forma, é fundamental procurar um cirurgião-dentista antes de iniciar o tratamento, e assim receber todas as informações acerca das sequelas bucais oriundas de cada tratamento.

Por Dra. Marina Curra – CRO – 22.296
Cirurgiã dentista | Doutora em Patologia Bucal.
Habilitada em Odontologia Hospitalar.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: