h1

IMAGEM CORPORAL

8 de junho de 2018

As alterações físicas e psicológicas que ocorrem durante o tratamento do câncer podem ser ressignificadas com o auxílio de profissionais, familiares e amigos.
O impacto ocasionado pelo câncer na vida dos pacientes tende a ser muito grande. Mudanças de ordem psíquica, física, social e econômica chegam sem avisar. É um momento em que muitas pessoas passam a refletir mais sobre a vida, sobre a própria existência, sobre escolhas e posicionamentos. Confrontam-se preconceitos e estigmas. Lamentam-se as perdas, sejam elas de papéis até então ocupados ou das perdas relacionadas à dimensão física e corporal.
A maneira como, mentalmente, concebemos o contorno, a forma e o tamanho do nosso corpo é chamada de imagem corporal. Nossos pensamentos, emoções e comportamentos associados a essas características representam um produto de nossas experiências sociais, emocionais e físicas relacionadas ao nosso corpo.
Cirurgias, alterações de peso, inchaço, perda de cabelo, palidez e tantas outras mudanças na imagem corporal ocasionadas pelo tratamento oncológico podem gerar um alto grau de estresse e afetar a autoestima e a qualidade de vida. Essas alterações que o tratamento gera podem ser vividas ou sentidas da mesma forma como um luto, necessitando de tempo para ressignificação e de cuidado com os próprios sentimentos.
Cada pessoa perceberá e sentirá suas mudanças corporais de uma forma diferente. Sugestões de como lidar com este momento incluem:
1) Autocuidado é fundamental! Esteja atento(a) as suas próprias necessidades físicas e emocionais e tente supri-las;
2) Não se isole! Ative sua rede de apoio e explique aos seus amigos(as) e familiares como eles(as) podem auxiliar;
3) Procure apoio externo! Grupos de apoio são uma excelente opção para quem está realizando tratamento oncológico. No grupo, experiências muito próximas às que você está vivenciando são compartilhadas, aumentando o repertório de resolução de problemas cotidianos e incrementando a sua autoconfiança;
4) Converse com um(a) profissional da saúde mental! Acompanhamento psicológico durante e após o tratamento oncológico auxilia no enfrentamento das dificuldades e na retomada à vida.
Superar mudanças físicas não significa minimizá-las ou tentar apagá-las, mas ressignificar a própria história e transformar o que foi triste em afeto e orgulho pela trajetória até então vivida. As marcas do corpo podem passar a representar a força e a coragem de quem já enfrentou diversas batalhas, e jamais poderão simbolizar algo maior do que realmente é.

Por Tayse Conter de Moura – CRP 07/26188
Psicóloga de Centro de Atendimento Multidisciplinar da CliniOnco
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: