h1

Hematologista esclarece sobre a doença do ator de Tangos e Tragédias

29 de janeiro de 2014
Nico (direita) está com leucemia

Nico (direita) está com leucemia

Às vésperas de completar 30 anos em cartaz com a peça Tangos e Tragédias, o ator e músico gaúcho Nico Nicolaiewsky foi diagnosticado com um tipo de leucemia aguda e ficará afastado dos palcos para tratamento por tempo indeterminado.

A médica hematologista da Clinionco e professora da Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre, Laura Maria Fogliatto, traz alguns esclarecimentos sobre a doença nesta entrevista:

  • Quais as principais características e a origem das leucemias agudas?

Existem 2 tipos de leucemias agudas: as leucemias linfocíticas e as leucemias mielóides. A diferença básica é a origem da célula maligna. Nas linfocíticas, como o nome já diz, a origem é da célula imatura, o linfócito. Na mielóide, a origem celular é o tecido mielóide que compreende os eritrócitos (glóbulos vermelhos), megacariócitos (plaquetas) e todos os leucócitos (glóbulos brancos, exceto os linfócitos).

  • Que tempo pode ser estimado para a recuperação do artista?

Para os casos de LMA (leucemia mielóide aguda), diagnóstico do Nico Nicolaiewsky, o tempo entre a internação para a quimio e posterior recuperação dura em média 30 a 45 dias, porém o tratamento completo leva em torno de 5 a 6 meses e apresenta efeitos colaterais com risco de complicações.

  • Qual a importância da doação de sangue neste momento?

A quimioterapia para a leucemia aguda tem o potencial de destruir tanto as células malignas, quanto as células normais que a medula do paciente produz. Dessa forma, o paciente fica com anemia extrema, leucócitos muito baixos e um número de plaquetas extremamente inferior ao normal com risco de hemorragias espontâneas. A maneira de corrigir isso, durante o período em que o paciente ainda não está produzindo as suas células normais, é oferecendo a ele os chamados hemocomponentes. O concentrado de hemácias corrige a anemia e o concentrado de plaquetas corrige a contagem baixa de plaquetas e evita os sangramentos. Assim, a doação de sangue nesse caso é muito importante. Lembre-se: sangue não é fabricado em laboratórios!

  • Além da quimioterapia, quais são as alternativas e principais recomendações médicas durante o tratamento?

O apoio da família é muito importante, já que é uma doença de evolução rápida, pega todos de surpresa e que compreende um período de internação bastante prolongado com efeitos adversos da quimioterapia. Recomendações: dieta macia, higienizada e saudável para não lesionar a cavidade oral, não aumentar o risco de infecções intestinais e parasitoses, ambientes limpos e arejados, evitando contaminações em contato com aglomeração de pessoas, fungos, bactérias, lavagem das mãos ou álcool gel em todos que tocarem o paciente, não fazer construções, churrasco, entrar em lugares mofados ou habitados por aves (galinheiros), evitar o uso de roupas com mofo, travesseiros velhos ou de penas, cobertores, etc. Isso reduz o risco de adquirir infecção pulmonar por fungos, o que pode colocar o paciente em risco de vida. Além disso, não usar produtos lácteos in natura pelo risco de brucelose e não fazer vacinas sem consultar o seu médico.

Torcemos pelo Maestro Pletskaya e desejamos que retorne em breve aos palcos gaúchos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: